ENTREVISTA: MISSIONÁRIO SILVAL FRANÇA FALA SOBRE A OBRA MISSIONÁRIA NA VENEZUELA

Natural do Estado da Bahia, o Pastor e missionário da missão Belém, viveu em sua infância a realidade de grande parte daqueles que vivem nos interiores do nordeste brasileiro. Silval França nasceu em um lar cristão e desde muito cedo viu arder em seu coração o importante chamado missionário. Silval é casado a mais de 20 anos com a missionária Elaine Rosa, uma mulher que ele classifica como uma mulher de fibra; uma companheira que tem sido o seu braço direito no desafiante trabalho missionário, em um país que vive uma das piores crises humanitárias do mundo. O casal de missionários atuam no município de Tumeremo, região pertencente a selva Venezuelana.


Missionário Silval participa de um Culto em uma aldeia indígena nas proximidades de Tumeremo, Venezuela (FOTO: Arquivo pessoal)

Em entrevista ao nosso Portal o missionário conta algumas de suas experiências.

Mídia AD Hortolândia: MISSIONÁRIO QUANDO INICIOU O SEU MINISTÉRIO?

“Pela misericórdia e graça de Deus nasci em um lar cristão, comecei muito cedo a trabalhar para Jesus; fui consagrado ao presbitério aos 19 anos e aos 21 anos eu já pastoreava uma igreja no estado da Bahia; iniciei minha vida ministerial muito jovem”

 

Mídia AD Hortolândia: ANTES DE ATUAR NA VENEZUELA VOCÊ JÁ TEVE ALGUMA OUTRA EXPERIÊNCIA NO CAMPO MISSIONARIO?

“Sempre estive envolvido na obra missionária, ainda jovem comecei a fazer a missão nos rincões da Bahia; mas em termos de missões transculturais (no exterior) fazem 13 anos aqui na Venezuela, no Brasil ajudamos a desbravar vários campos no Estado da Bahia.

Antes de atuar na Venezuela o casal Silval e Eliane já haviam tido experiência no nordeste Brasileiro (FOTO: Arquivo pessoal)

 

Mídia AD Hortolândia: DE ONDE VEIO ESSE DESEJO DE ATUAR NAS MISSÕES TRANSCULTURAIS?

“O desejo de fazer missões é algo que sempre esteve em meu coração, em relação a Venezuela foi um chamado especifico de Deus para minha vida, foi uma necessidade Dele em nos trazer para cá, no passar dos anos eu e a minha esposa Missionária Eliane passamos a entender o grande proposito de Deus em tudo isso, foi realmente algo de Deus o chamado para as missões transculturais, uma vez que já tínhamos experiências nas missões em que participamos no Estado da Bahia. ”

Missionária Eliane Rosa, Esposa do Missionário Silval França realiza distribuição de alimentos para dezenas de crianças em uma aldeia indígena nas proximidades de Tumeremo, Venezuela (FOTO: Arquivo pessoal)

 

Mídia AD Hortolândia: COMO FOI O PROCESSO DE ADAPTAÇÃO NA VENEZUELA?

“A adaptação na Venezuela foi um pouco difícil pelo fato de que tem algumas coisas que nós não abrimos mão em nossa cultura (Costumes, vestimentas, alimentação), mas para que o propósito de Deus fosse realizado nos esforçamos para nos adaptar, aqui enfrentamos um grande choque cultural, especialmente com a cultura indígena, dialetos e a sua gastronomia; para nós essas foram as grandes dificuldades assim quando chegamos aqui”

Casal desenvolve importantes ações com as comunidades indígenas e aberturas de novos trabalhos, em algumas congregações as crianças são maioria (FOTO: Arquivo pessoal)

 

Mídia AD Hortolândia: QUAIS FORAM AS SUAS MAIORES EXPERIÊNCIAS?

“Tive muitas experiências marcantes no campo missionário, costumo dizer que missões estão no coração de Deus, Deus tem um compromisso muito grande com as missões transculturais, eu sei que não são todos os missionários que fazem missões transculturais que passam por tantas dificuldades, costumo dizer que tive a felicidade em estar na Venezuela, aqui tenho tido grandes experiências com Deus.  Já fui pego por chefes de guerrilhas, já tentaram por inúmeras vezes tirar minha vida e Deus não permitiu, recentemente fui abordado por um bandido que colocou a arma na minha cabeça e queria levar meu carro, quando disse que eu era pastor da igreja e que tinha orado por ele, o jovem colocou a arma na cintura, pediu perdão e saiu de cabeça baixa. Deus tem um compromisso muito grande conosco aqui, Ele tem aberto portas em meio a muitas dificuldades, são tantas experiências, livramentos, situações que só nos aproxima mais Dele e nos incentiva cada vez mais em cumprir a sua vontade aqui nesse lugar”

Em um ato de grande fé mulheres realizam um grande clamor sobre a bandeira da Venezuela, a igreja no país clama por socorro. (FOTO: Arquivo Pessoal)

 

Mídia AD Hortolândia: EM QUE A RUPTURA DEMOCRÁTICA E A CRISE ECONÔMICA TÊM AFETADO OS TRABALHOS NO CAMPO MISSIONÁRIO?

“De 4 anos para cá as coisas pioraram ainda mais especialmente na área financeira, de todos os momentos o mais difícil este o que estamos vivendo. Aqui na Venezuela a insegurança é muito grande, o dinheiro está faltando no país o governo Maduro confiscou inúmeras contas, há escassez de alimentos e medicamentos, vivemos uma hiperinflação; o dinheiro perdeu o valor, as nossas condições geográficas também não ajudam muito, estamos em uma região muito afastada dos grandes centros urbanos próximo a selva, o que as impossibilita o intercâmbio, as contribuições da congregação caíram muito, estamos inteiramente dependendo da graça de Deus”

TOPSHOT -“A Venezuela vive uma atualmente uma grande crise política, econômica e humanitária, em algumas regiões falta alimentos e milhares são obrigados a migrar para países vizinhos; como o Colômbia e Brasil.  / AFP PHOTO / GEORGE CASTELLANOS

 

Mídia AD Hortolândia: QUAL RECADO VOCÊ DEIXARIA PARA O LEITOR DESSA MATÉRIA?

“Fazer missões envolve sacrifício, todo aquele que deseja ser missionário tem que estar disposto a se sacrificar, um sacrifício que realmente é compensador desde quando a intenção é a de realmente ganhar almas. A palavra de Deus nos diz que uma alma vale mais que o mundo inteiro perdido, quando você vê almas se rendendo aos pés de Jesus, e saber que contribuiu para tal é muito gratificante, temos vivenciado isso aqui especialmente nas tribos indígenas onde atuamos, muitos não falam a língua espanhola, mas falam da graça de Jesus, testemunham lindos depoimentos de que abandonaram a cachaça, a feitiçaria, curas. A minha palavra de incentivo é que tudo fazemos deverá ser direcionado por Deus, Ele é quem transforma a terra árida e seca em solo fértil, Ele estará sempre abençoando, Ele cuidará com amor daqueles se dispõe a fazer algo pelo reino. ”

Missionário Silval abençoa as famílias. (FOTO: Arquivo pessoal)

 

Mídia AD Hortolândia: O QUE UMA PESSOA QUE DESEJA SER MISSIONÁRIO PRECISA SABER?

“Um missionário que deseja atuar no campo transcultural deve ter convicção, saber realmente o que ele quer, e ter vividos experiências com Deus pois elas ajudam nas dificuldades. Se pensarmos em Davi é possível refletirmos sobre o que Deus pode fazer com o homem, Davi viveu grandes experiências e se utilizou de suas próprias experiências para crescer. A convicção da chamada e a certeza de que Deus lhe quer no campo missionário é fundamental, o Senhor sempre abençoará aquele que vier com esta intenção, as vezes muitos missionários se frustram pois querem fazer missões transculturais por vaidade e até mesmo por títulos. O missionário deve ter a certeza de que mesmo estando sem um bote salva vida o Senhor está no barco e não deixará naufragar. ”

 

MOTIVOS DE ORAÇÃO PARA VENEZUELA

  • Ore para que haja a total restauração da democracia no País
  • Ore para que os países vizinhos não fechem as suas fronteiras para os milhares de venezuelanos que cruzam em busca de alimentos e medicamentos.
  • Ore para que haja Paz na Venezuela.
  • Ore pelas finanças necessárias para manutenção dos projetos evangelísticos e pela ação social da igreja em favor das famílias. (A área em que está localizada a igreja há muitas pessoas carentes, comunidade indígenas).
  • Para que Deus levante companheiros fieis e compromissados com esta obra.
  • Para que Deus desfaça toda obra maligna contra esta igreja.
  • Pelo crescimento e amadurecimento da igreja na Venezuela.
  • Por saúde física, emocional e espiritual de nossos missionários.

 

Por Walther Barros

Redação AD Hortolândia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *